Corpos de vítimas em tragédia recebem homenagens em Chapecó

Os primeiros corpos das vítimas do acidente aéreo sofrido pelo time do Chapecoense, que deixou 71 mortos na Colômbia, chegaram às 9h25 deste sábado (3) no aeroporto municipal de Chapecó, em um avião Hércules, da FAB (Força Aérea Brasileira). A segunda aeronave pousou por volta das 9h45.

Em marcha fúnebre, cada caixão é carregado por soldados do Exército Brasileiro ao som da banda marcial. Emocionados, familiares e jornalistas aplaudiram o transporte dos jogadores. Em homenagem, o Exército também deu três saraivadas de tiros. A chegada do segundo avião da FAB foi transmitida no telão -torcedores aplaudiram. O pedreiro Ivoney Doner, 27, escuta notícias pelo rádio. Mas não tem pressa. “É nosso último momento com eles. Se fosse preciso, amanheceria aqui de novo amanhã”, diz ele, no estádio desde as 6h.

Os caixões já chegaram na Arena Condá para o velório coletivo. Milhares de torcedores compareceram e lotaram o estádio para as últimas homenagens aos jogadores do time.

Participação de Temer

Sob garoa forte, o presidente Michel Temer desembarcou às 8h53 no aeroporto para participar de cerimônia de recepção dos corpos das vítimas do acidente aéreo. Protegido por um guarda-chuva carregado por um assessor presidencial, ele foi recebido pelo governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e pelos ministros Leonardo Picciani (Esporte) e Raimundo Nogueira (Trabalho). Além do avião presidencial, mais três aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) foram usadas para transportar a comitiva ministerial.

Fonte: Diário do Nordeste