Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016

Foram dias de tristeza, luto e solidariedade. Agora, quase uma semana depois da tragédia envolvendo o avião da Chapecoense, a Conmebol confirmou que aceitou o pedido do Atlético Nacional-COL e declarou a equipe catarinense como a campeã da Copa Sul-Americana de 2016.

A definição aconteceu nesta segunda-feira, após reunião do Conselho da Confederação Sul-Americana de Futebol – representada por membros dos dez países da América do Sul.

O título garante a Chape na fase de grupos da Copa Libertadores de 2017. Além disso, o time tem encontro confirmado com o próprio Nacional de Medellín, pela Recopa Sul-Americana da próxima temporada.

A decisão da Conmebol ainda rende prêmio financeiro para a Chapecoense. Como campeã da Sul-Americana, receberá US$ 2 milhões (R$ 6,92 mi). Mais que isso, a simples participação na Recopa garante mais US$ 1 milhão (R$ 3,46 mi), e o mando de campo em três jogos da fase de grupos da Libertadores ainda renderá US$ 1,8 milhão (R$ 6,23 mi) – são US$ 600 mil por partida (R$ 2,07 milhões).

Pela escolha de pedir a entrega da taça para a Chape, o Atlético Nacional recebeu o prêmio de Fair Play da entidade, o “Centenario Conmebol al Fair Play”, e ganhará bonificação de US$ 1 milhão – além de outro US$ 1 milhão pelo vice-campeonato do torneio.

A Chape viajava para a Colômbia, onde disputaria a primeira partida da final contra o Atlético Nacional, na quarta-feira (30). Porém, na madrugada de segunda para terça-feira, o avião que levava a delegação e um grupo de jornalistas caiu nos arredores da cidade colombiana de Medellín. A tragédia tirou a vida de 71 pessoas.

Fonte: ESPN