O novo decreto estadual, com validade desta segunda-feira, 4, até o próximo dia 17, autoriza o funcionamento de restaurantes até 2 horas da madrugada, amplia a capacidade de ocupação em academias, eventos e o setor hoteleiro. As escolas públicas e privadas devem dar prioridade ao ensino presencial, de modo a permitir o modelo híbrido em situações específicas e com a necessidade comprovada. As informações são do governador Camilo Santana (PT) na última sexta-feira, 1.

Rede Municipal de Fortaleza manterá rodízio neste mês

Mesmo após reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia de Covid-19 ter autorizado o retorno presencial das atividades escolares, o município de Fortaleza continuará com rodízio semanal na rede municipal de ensino. No caso da capital cearense, o modelo de 50% da capacidade nas aulas permanecerá neste mês de outubro.

Ainda estão assegurados os alunos que precisam de cuidados extras de saúde, sendo permitida a permanência das aulas remotas em seus respectivos casos.

Os horários de aulas serão normalizados ainda neste mês, sendo de 7 às 11 horas e de 13 às 17 horas, já para alunos do tempo integral o horário é de 7h15min às 16 horas. Todos os horários incluem tempo para intervalo e alimentação.

Veja o que muda com o novo decreto no Ceará, válido a partir de hoje (4)

  • Academias: funcionamento permitido de segunda-feira a domingo, de 5h30 às 22h30, mediante agendamento e com o limite de 60% da capacidade de clientes;
  • Apresentações musicais em áreas comuns de condomínios: podem acontecer por, no máximo, 2 profissionais, desde que seja uma iniciativa do próprio condomínio, sem aglomerações;
  • Escolas: termina a opção dos pais pelo ensino remoto. O ensino híbrido ou remoto só será permitido para alunos que não possam retornar por razões médicas comprovadas, mediante a apresentação de atestado ou relatório;
  • Eventos corporativos: capacidade de até 600 pessoas em ambientes abertos e 500 pessoas em ambientes fechados, com distanciamento mínimo e uso de máscara;
  • Hotéis e pousadas: podem ocupar quartos e apartamentos com no máximo 3 adultos ou 2 adultos com 3 crianças. Já os restaurantes desses locais podem funcionar sem restrição de horário para hóspedes;
  • Restaurantes: podem manter o funcionamento até as 2 horas.