O Caminhão do Cidadão entra na campanha pela vacinação contra a Covid-19, em Fortaleza, em uma ação pela população em situação de rua. Nesta segunda-feira (31), o Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), inicia uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, ofertando a possibilidade de vacinar a população em situação de rua na unidade do Caminhão. A ação é executada pela Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas e inicia pela Praça do Ferreira.

A partir de segunda, técnicos da Secretaria, que já atuam com a população em situação de rua, em ações pelo uso e abuso e álcool e outras drogas, farão uma busca ativa da população, conduzindo para a vacinação no Caminhão. Além do imunizante, o público terá atendimento para a emissão da documentação básica. A unidade vai atender das 9h às 16h. Nos dias seguintes, a unidade percorrer Poço da Draga, Beira-Mar, Serrinha, Lagamar, Jacarecanga, Papicu e Parangaba.

Rachel Marques, secretária-executiva de Políticas sobre Drogas da SPS, destaca que todo o trabalho de mobilização e sensibilização será feito pela equipe da Unidade Móvel de Políticas sobre Drogas, que já tem uma ação continuada em diversos espaços da cidade. “Nossa equipe de multiprofissionais conhece a grande maioria dos moradores do Centro e vai fazer esse trabalho de sensibilização sobre a importância da vacina para salvar vidas. Vamos fazer essa busca ativa na Praça do Ferreira, na Praça da Polícia Civil, Parque das Crianças, Oitão Preto, dentre outros”, destaca a secretária.

“A população em situação de rua vive em extrema vulnerabilidade e poder auxiliar diretamente no processo de vacinação é muito gratificante para nós que já atuamos com política de atenção a este segmento”, ressalta a titular da SPS, Socorro França.

Para o coordenador do Comitê Estadual para População de Rua, Frei Nailson Neo, estas articulações são essenciais para garantir que a população em situação de rua seja vacinada e acesse sua cidadania. Esta ação da vacinação itinerante é resultado da parceria entre o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), Ministério Público, Defensoria, SPS e Sesa, que uniram forças para mapear os territórios e avançar na vacinação desta população”, frisa Frei Nailson.