Foto: Divulgação

O governador Camilo Santana anunciou novas medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus, nesta quinta-feira (21). De acordo com ele, o Governo do Ceará vai ampliar a oferta de leitos na rede pública de saúde para o tratamento exclusivo da Covid-19 e reforçar a fiscalização em estabelecimentos para evitar aglomerações e o descumprimento de medidas protetivas, como o uso obrigatórios de máscara. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa e transmissão pelas redes sociais, contando com a presença do prefeito de Fortaleza, José Sarto, e dos secretários de Saúde do Estado, Dr Cabeto, e da Capital, Ana Estela.

Camilo Santana disse que as medidas foram adotadas pelo comitê de enfrentamento à Covid-19 em virtude do crescimento pela busca de atendimento na rede pública de saúde. “Esse aumento de casos ao longo das semanas não vinha refletindo na demanda assistencial, na procura pela UPA, hospital, e também não vinha refletindo em óbitos. Porém, na última semana, avaliado pelos técnicos, houve aumento significativo na demanda por assistência, principalmente na Capital”, disse Camilo, que destacou ainda a junção por atendimentos nesse período em virtude das arboviroses, como dengue, zika, chikungunya, H1N1.

Como a maioria dos novos casos está em Fortaleza, o Governo do Ceará está recomendando também que a população evite viagens intermunicipais em transporte público. “Só faça se for para trabalho ou ações emergenciais. Vamos evitar esse fluxo da Capital para o Interior, pois o maior foco nesse momento está sendo na Capital”, aconselhou o governador, que comunicou que terá uma reunião com o setor de transporte público para reduzir a aglomeração dentro dos ônibus, principalmente em Fortaleza. Além dessas medidas, ficará proibido o uso de áreas comuns de lazer nos condomínios de praia. Nos urbanos, o Estado recomendará o cumprimento dos protocolos sanitários.