Ceará volta a vencer o Fortaleza e conquista o bicampeonato

O Ceará conquistou o bicampeonado Cearense na tarde deste domingo (8), na Arena Castelão. Depois de três anos, as duas equipes voltaram a decidir o estadual.

A partida em sí começou estudada, com as duas equipes tocando bola. Mas logo o Ceará começou a impor seu jogo. Aos 18 minutos da primeira etapa, Pio, de fora da área, acertou um belo chute, sem chances para o goleiro tricolor, abrindo o placar. Pouco depois do gol, um susto. O técnico do Ceará Marcelo Chamusca passou mal e precisou de atendimento médico.

Ele acabou sendo levado para um hospital particular e não voltou mais ao jogo. De acordo com a assessoria do clube, o treinador teve apenas uma queda de pressão e passa bem.

Enquanto Chamusca era atendido, o duelo seguia quente, e houve um princípio de confusão entre Arthur, do Ceará, e outros jogadores do Fortaleza, mas que acabou contido pelo árbitro. Já no fim do primeiro tempo, mais um susto. Após choque de cabeça com Valdo, Ligger caiu no campo e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Ele também foi levado a um hospital particular, onde foi constatada uma concussão cerebral. De acordo com a assessoria do Fortaleza, apesar disso, o jogador passa bem.

No segundo tempo, o Ceará seguiu controlando as ações, mas apenas aos 39 minutos conseguiu ampliar o placar com um belo chute de Felipe Azevedo, no ângulo, tirando os primeiros gritos de “campeão” da torcida do Vovô. Parecido com o que aconteceu na primeira partida das finais, o Leão ainda conseguiu diminuir com Adalberto aos 44 minutos, após cobrança de escanteio de Osvaldo. Mas ficou nisso.

Fim de partida, Ceará 2 x 1 Fortaleza. Esse é o 45º título Cearense na história do Alvinegro de Porangabuçu.