A Autoridade Palestina respondeu enviando oficiais de segurança às alegações do Hamas de que Sh

02:04 pág.

Segunda-feira, 1º de abril de 2024

agências

Um funcionário da Autoridade Palestina negou as acusações do Ministério do Interior de Gaza de que enviou agentes de segurança para o norte da Faixa de Gaza, segundo a mídia palestina.

O Hamas acusou a Autoridade Palestina de enviar agentes de segurança ao norte da Faixa de Gaza para proteger os caminhões de ajuda.

Um líder do Hamas disse que Majid Faraj, chefe do serviço de inteligência da Autoridade Palestina, estava supervisionando o trabalho da força, informou a TV al-Aqsa, afiliada do movimento.

O líder do Hamas disse que seis membros da força foram presos enquanto acompanhavam veículos de ajuda humanitária ao norte da Faixa de Gaza, e que as forças policiais estavam perseguindo outros membros para prendê-los.

O Ministério do Interior em Gaza disse num comunicado: “Vários oficiais e soldados vinculados ao Serviço Geral de Inteligência em Ramallah infiltraram-se no norte da Faixa de Gaza para trabalho oficial sob ordens diretas.

E acrescentou: “Assim, as forças de segurança em Gaza lidaram com estes elementos, alguns deles foram presos, e o plano que procuravam foi frustrado. “, segundo um comunicado.

Por sua vez, um funcionário da Autoridade Palestina em Ramallah, na Cisjordânia ocupada, disse em um comunicado: “O relatório de ajuda que entrou ontem na Faixa de Gaza, que o Hamas chama de Ministério do Interior, é infundado e continuaremos a fornecer tudo. É necessário proporcionar alívio ao nosso povo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *